Sobre a O.T.O.

A O.T.O. é norte americana?

Não. A Ordo Templi Orientis é uma Ordem internacional, governada por um Quartel General localizado em mais de um país. Os Estados Unidos possuem uma das cinco Grandes Lojas da Ordem, juntamente com Austrália, Croácia, Itália e Reino Unido, cada uma delas atuando de forma semi independente. Os países que não possuem uma Grande Loja, como o Brasil, respondem ao Quartel General Internacional, conhecido pela sigla IHQ, através dos Representantes do Frater Superior.
Para saber mais: Ordo Templi Orientis Internacional.

A O.T.O. é uma “Sociedade Secreta”?

Os detalhes sobre os graus iniciáticos e ritualísticos da O.T.O. são sigilosos, disponíveis apenas para seus iniciados, e a política interna da Ordem é preservar a privacidade do seu quadro de membros. No entanto, a O.T.O. está registrada como uma organização religiosa e sem fins lucrativos, além de informações acerca de seu trabalho público estarem abertas para qualquer interessado.

A O.T.O. é uma religião?

Não. A O.T.O. é uma organização filosófica e mágicka que trabalha de acordo com os princípios da Lei de Thelema, uma filosofia que pode ser considerada religiosa por aqueles que assim a vêem. Para quem deseje seguir um caminho de cunho religioso, na estrutura da O.T.O. encontra-se a Ecclesia Gnostica Catholica.

A Ordo Templi Orientis é satânica ou anti-cristã?

A O.T.O. não pretende ser satânica ou anti–cristã. Acreditamos que estas caracterizações não servem a nenhum propósito real em descrever o que somos ou nossa visão da humanidade. Ao invés de sermos anti–cristãos, preferimos ser pró Thelema: acreditamos nos ideais Thelêmicos de liberdade de auto expressão pessoal e religiosa, emancipação da superstição e da opressão social e no desenvolvimento de uma visão de mundo que suporte e encoraje o antigo sonho de uma Irmandade Universal entre os seres humanos.

Como a O.T.O. atua socialmente?

A O.T.O. não se envolve com movimentos sociais, ações de caridade, movimentos políticos ou qualquer ação semelhante. Acreditamos na melhoria da sociedade como um todo e trabalhamos por ela; contudo fazemos isso através do trabalho de aprimoramento do indivíduo em um sentido ético e de consciência, através do trabalho pessoal de cada um de nossos membros e não de forma coletiva. Contudo, os membros individuais da Ordem são livres para exercerem quaisquer atividades sociais ou políticas que desejem.

Como entrar na O.T.O.?

Resumindo, o candidato deverá ser maior de idade (18 anos no Brasil), livre (sem nenhum impedimento legal e capaz de arcar com suas responsabilidades para com a Ordem) e de bons costumes (pelo que será avaliado por dois Irmãos da Ordem). Caso aprovado, será submetido a uma iniciação ao grau de Minerval (0°), realizada num Corpo Local oficial da Ordem por um Iniciador devidamente autorizado.
Para maiores informações, consulte a sessão sobre Iniciação, aqui em nosso site.

Eu vou aprender Magick na O.T.O.?

O principal propósito da O.T.O. na Tríade do Homem da Terra é instruir o(a) iniciado(a) nos Mistérios da Natureza, e não fornecer nenhum ensinamento específico em algum sistema de Magia. Contudo, os rituais em si já são instruções significantes, úteis para a teoria e prática mágica do(a) estudante sério(a). Os Corpos Locais da O.T.O. também fornecem instruções sobre temas que podem ajudar o(a) estudante a entender o seu processo iniciático e desenvolver–se magickamente, tais como: meditação, mitologia, simbolismo, yoga, religiões comparadas etc.

Por que a O.T.O. cobra taxas?

Suporte financeiro é essencial para operar uma organização internacional, mesmo uma constituída por voluntários. Nossos registros financeiros estão abertos para os membros.

O que eu ganho pagando minhas taxas?

As taxas são revestidas em serviços para os membros da Ordem, como por exemplo na forma de periódicos nacionais e internacionais. Além disso, as taxas locais ainda servem para manutenção dos serviços do Corpo Local (caso o membro seja filiado a algum), tais como Iniciações, instruções regulares, Missas Gnósticas, rituais diversos e encontros sociais.

Os membros da Ordem praticam “magia negra”?

“Magia negra” é geralmente atribuída a gêneros de “feitiçaria” com intenção de causar o mal a outros seres. A concepção de magia negra na filosofia Thelema refere–se a qualquer ato mágicko que distancie o Aspirante de sua Verdadeira Vontade ou o faça ir contra ela. Do mesmo modo, também é aceito que a Verdadeira Vontade de um ser não é ir contra a Verdadeira Vontade de outro ser.

Vou ter de cultuar Aleister Crowley ou copiar sua forma de agir?

De forma alguma. Na O.T.O. não temos cultos a personalidades, vivas ou mortas, nem acreditamos que Aleister Crowley fosse algum tipo de figura divina a ser cultuada. Ele era um homem, com suas falhas e seus acertos. Também não acreditamos que o caminho espiritual thelêmico deva ser uma cópia do caminho de Crowley. O que ele fazia era sua forma pessoal de agir e pensar. Acreditamos que cada um deva descobrir e seguir seu próprio caminho individual e única.

Qual a diferença entre a O.T.O. e a M∴M∴M∴?

A M∴M∴M∴ (Mysteria Mystica Maxima), foi originalmente estabelecida como a seção Britânica da O.T.O. sob a chefia de Crowley. Atualmente, M∴M∴M∴ representa a fase da O.T.O. que administra os graus iniciáticos preliminares, do 0° (Minerval) até o VII°.

Qual a orientação política da O.T.O.?

A O.T.O. não possui nenhuma orientação política e é apartidária. A Ordem não se envolve, não apoia e não dá suporte a partidos políticos ou governos em nenhum nível e de forma alguma. Isso não impede que membros possam ter suas orientações políticas ou partidárias individuais e as exerçam em suas vidas particulares.

Quão antiga é a O.T.O.?

Por tradição, a O.T.O. remonta sua origem espiritual à fundação da Ordem dos Cavaleiros Templários em 1108 e.v. Historicamente, seus antecedentes imediatos (de acordo com Aleister Crowley) foram as Ordens Rosacruzes do século 18 e.v. As conferências iniciais que levaram de fato à formação da O.T.O. como uma organização moderna se deram em 1859 e.v. na Europa. Tais encontros levaram ao lançamento do “Oriflamme”, um jornal que viria a se tornar o jornal oficial da O.T.O. em 1902 e.v.. A Constituição da O.T.O. foi publicada em 1906 e.v., e seu manifesto foi primeiramente distribuído nos EUA em 1919 e.v.

Tenho outras perguntas!

Em caso de quaisquer dúvidas ou questionamentos não exite em falar conosco. Entre em contato ou nos procure durante nossos eventos abertos. Ficaremos felizes em conversar.