A Estela da Revelação

Estela cerimonial egípcia dedicada aos deuses Hórus, Nuit e Hadit. Foi encontrada por Aleister Crowley e Rose Kelly no Museu Boulaq, no Cairo, em 1904, onde estava registrada com o número de catálogo 666. Contém uma série de invocações aos deuses.

A Estela original foi, posteriormente, roubada e encontra-se,atualmente, desaparecida. A Ordo Templi Orientis possui a reprodução que foi feita a pedido de Crowley para seu acervo particular.

O texto de suas superfícies corresponde à tradução abaixo:

Frente

Estela da Revelação – Frente

Topo

Behdet, o Grande Deus, Senhor do Céu

Meio

Ra-Harakhti, Mestre dos Deuses

Osíris, Sacerdote de Menthu, Senhor de Tebas, Porteiro deNuit em Karnak, Ankh-f-na-khonsu, o Justificado.

Base

Fala Osíris, Sacerdote de Menthu, Senhor de Tebas, o queabre os Portais de Nuit em Karnak, Ankh-f-na-khonsu, o Justificado: “Salve, Tucujo elogio é grande, tu de grande vontade! Oh, Ba muito terrível que causaterror entre os deuses, brilhando em glória sobre o grande trono, abrindocaminho para o Ba, para o Yekh e para o Khabs: eu estou preparado e brilho comoquem está preparado. Eu abri caminho para a casa de Ra, Tum, Khephra e Ahathoor. Osíris, o Sacerdote de Menthu, Senhor de Tebas, Ankh-f-na-khonsu, o Justificado, filho de MNBSNMT, nascido da Portadora do Sistro de Amor, a Senhora Atne-Sher.”

Verso

Estela da Revelação – Verso

Diz Osíris, o Sacerdote de Menthu, Senhor de Tebas,Ankh-f-na-khonsu, o Justificado: “Coração e minha mãe, coração de minha existência sobre a terra, não fiques diante de mim, contra mim, como uma testemunha, não me repilas entre os Juízes Soberanos nem inclines contra mim na presença do Grande Deus, Senhor do Oeste agora que estou unido à Terra no Grande Oeste e não durmo mais sobre a terra.” Diz Osíris, ele que está em Tebas, Ankh-f-na-khonsu, o Justificado: “Oh, Único, que brilhas como a Lua,Osíris Ankh-f-na-khonsu veio ao alto dentre estas tuas multidões. Ele que reúneestes que estão na Luz, o Duath é também aberto para ele: vê, OsírisAnkh-f-na-khonsu vem de dia para trazer tudo o que ele desejar sobre a terra entre os vivos.”

Notas

  1. A divindade chamada Behdet (uma das muitas formas de Hórus) muito provavelmente corresponde a Hadit.
  2. Nas estelas funerárias o falecido sendo homenageado era sempre tratado por “Osíris”.
  3. Na parte frontal há referências à forma tripartida da alma na concepção egípcia, sendo:
    • Ba: Alma
    • Yekh: Espírito
    • Khabs: Sombra
  4. Provavelmente o pai de Ankh-f-na-khonsu era estrangeiro dado seu nome estar soletrado.
  5. O Senhor do Oeste é Osíris.
  6. Duath é o Mundo dos Mortos egípcio.